23 julho 2015

Deus vê a aflição do seu povo...

Deus vê a aflição do seu povo...
Era um povo numeroso, um povo forte e acima de tudo um povo escolhido por Deus! Eles excediam em número aos seus inimigos, eles despertavam inveja e medo às outras nações. Sabendo disso você imagina: Esse povo vence qualquer situação, esse povo é poderoso, esse povo jamais será escravo... Muito pelo contrário, esse povo estava sendo oprimido, escravizado, humilhado de todas as formas possíveis; era um povo aflito, ferido, machucado, tinham todas as condições para vencer, mas não usavam essas condições. Seguiam de chicote em chicote, de vergonha em vergonha, seus filhos não conheciam a liberdade, já nasciam escravos, herdando o mesmo sofrimento dos seus pais!
Todas as vezes que aceitamos a situação, que nos rendemos diante das dificuldades, todas as vezes que permitimos a opressão e nos deixamos manipular, todas as vezes que falamos: não posso, não sou capaz! Todas as vezes que temos o pensamento pequeno de que é Deus que esta permitindo essa escravidão ou quando nos contentamos com qualquer coisa e permitimos que nossa vida seja uma vergonha para o evangelho, então, somos como esse povo! Um povo que nasceu para liderar e para influenciar o mundo mais que era escravo, um povo separado para Deus mais que envergonhava a Deus, um povo forte, poderoso mais que desconhecia sua força, um povo de fé que não agia essa fé!
Esse espírito de servidão e de aceitação não provém de Deus! Deus vê a aflição do seu povo, mas para que Ele desça depende da nossa atitude!

08 julho 2015

Universal 38 anos



Igreja Universal, comemoramos 38 anos
Nove de Julho...

Hoje é um dia para celebrar! A Universal tem suas portas abertas todos os dias, não fecha no feriado, não descansa nas vitórias de ontem e recebe a todos sem discriminação!
 Comemoramos o dia em que obedecendo a Voz da Fé o Bispo Macedo começou esse trabalho. Comemoramos as milhares e milhares de vidas que foram transformadas, comemoramos pelas pessoas que nasceram de Deus e que hoje são pessoas fortes, livres, abençoadas e independentes.
Comemoramos pelas pessoas que chegaram com uma vida destruída, um passado sujo, em meio aos vícios, prostituição e roubo, mas que através da pratica da fé, hoje são pessoas dignas com um futuro promissor. Aqueles que chegaram na miséria, viviam na rua e hoje desfrutam de uma vida próspera, donos do seu próprio negócio e gerando emprego para outros. Por aqueles que tinham seus dias contados por causa de uma enfermidade e que hoje são pessoas saudáveis. Celebramos a fé “abraâmica” que faz o pobre se assentar com príncipes, que levanta do pó o desvalido, que dá dignidade, força, coragem e direção!

Nos alegramos por cada obreiro, evangelista, jovem, pelos membros e por  tantos outros grupos e projetos que beneficiam, ensinam e ajudam tantas pessoas! Nos alegramos por cada um de  seus líderes, pelos pastores e esposas que vivem o sacrifício, que se esforçam e se dedicam dia após dia nesta obra, que têm suas vidas completamente no altar com um único objetivo: salvar almas!
E o que dizer do Templo de Salomão... Um lugar de encontro com Deus, um lugar grandioso em todos os aspectos, aonde milhares de vidas têm sido transformadas...
Sem dúvida, hoje é um dia de celebração!!!



03 julho 2015

A fragilidade da vida...


Uma reflexão sobre a fragilidade da vida...

Hoje estamos e amanhã não existimos mais!
No entanto, não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois um vapor que aparece por um pouco, e logo se desvanece.” Tiago 4:14

Ficamos atônitos com pessoas tão jovens partindo de forma tão trágica e inesperada... Seus sonhos e seus planos são interrompidos, as coisas que eram importantes, as pessoas que amavam, tudo ficou... Ficou também a dor, a perplexidade, as indagações daqueles que os conhecem! 
Mas, a reflexão que faço hoje é: 
Diante das incertezas desta vida e sem data prévia de nossa partida: o que realmente importa? O que importa é para onde iremos depois daqui! Pois aqui não temos garantias de nada, não podemos nos segurar no status, na família, na juventude, não encontramos segurança no dinheiro, nas conquistas em absolutamente nada!
O que fazer diante de algo tão concreto, tão certo e ao mesmo tempo tão inesperado como a morte! Sim, inesperado, porque ninguém acorda pensando hoje vou morrer!!!!!!
Se aqui não há garantias, se não é aqui que viveremos para sempre, devemos nos esforçar pela vida eterna, e a Bíblia nos dá a receita para uma eternidade com Deus, sendo assim devemos dedicar tempo, esforço, e o que for necessário para conhecer e praticar o que está escrito.

“Jesus disse: Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida; ninguém vai ao Pai a não ser por Mim.” João 14:6
“E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro Nome (Jesus), dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.” Atos 4:12
“Escutem! Este é o tempo sobremodo oportuno. Hoje é o dia de ser salvo.” 2 Cor 6:2 NTLH

30 janeiro 2015

Ser Referência...


Ser Referência...
 Existem marcas que são referência no mercado, existem pessoas que são referência no que fazem. No dicionário ser referência significa: aquilo ou aquele que serve de modelo.
No que diz respeito ao cristão, só podemos ser referência de Deus se de fato temos uma vida com Ele, se temos sensibilidade a Sua voz,  do contrário ainda que usarmos sua palavra, os que estão mais próximos de nós vão enxergar essa contradição, e assim nos tornamos “referência do que não ser nem fazer...”
Não nos tornamos referência de Deus apenas por palavras, atitudes calculadas e religiosas, mas quando temos intimidade com Ele em uma entrega de corpo, alma e espírito, quando o que somos está entrelaçado com o nosso Senhor de forma que as pessoas O reconhecem em nós, O reconhecem no caráter, no amor não fingido, na pureza, nos bons olhos, no sacrifício e renúncias constantes, na forma amável que tratamos os outros, na misericórdia, na fé, na perseverança, na justiça, em um comportamento totalmente contrário a este mundo!
A glória do filho e a grandeza do servo é ser referência do Seu Senhor; é que alguém pense em Deus, que alguém queira conhecê-Lo, que alguém deseje ser uma pessoa melhor, que alguém seja avivado por intermédio da obra de Deus em nossa vida, é que ao aproximar-se de nós veja em nossas atitudes e em nosso comportamento que somos de Deus.

07 janeiro 2015

A intenção do mau

A intenção do mau...
O que o mau quer roubar? Muito mais do que causar problemas, dores, desunião. ?. Ele tem os olhos fixos em um bem maior: nossa alma! Ele dá um valor, uma importância para ela, talvez mais do que muitos cristãos!
Mas para roubá-la ele não tem pressa, ele espreita, analisa, ele sabe o que nos alegra e entristece, o que nos motiva ou tira essa motivação.  Se o mundo ainda chama nossa atenção ele o faz mais convitativo, com mais brilho. Se o mundo perdeu a graça ele usa situações dentro da igreja para sujar nossos olhos... Ele não pode se colocar em evidência,  por isso joga uma isca, dá uma sugestão, planta uma semente...
Uma pessoa que não sabe o valor de sua alma e não entende a que preço foi comprada, brinca com a eternidade!
Sorrateiramente ele quer nos distrair,  usa a televisão,  a internet, atividades sem fim, trabalho em excesso,  essa é a sua isca.  Ele sugere: segue o teu coração,  o que importa é ser feliz; se você não fizer o que todos estão fazendo você vai ficar pra trás!  Ele planta sua semente: os tempos mudaram não tem necessidade de ficar orando, lendo a bíblia,  jejuando, ele planta a malícia,  os maus olhos, a desconfiança,  as dúvidas,  as incertezas! É pouco a pouco, devagar e sempre, disfarçado mais atuante ele rouba almas preciosas,  almas que tinham o nome no livro da vida, que tinham bons olhos, que agradavam a Deus e plantavam para a eternidade..
Mas existe volta, ainda não é o fim, pois estar vivo é igual a ter uma oportunidade!  Aproveitemos!!!

05 dezembro 2014

O privilégio da Tua Presença


 
O privilégio da Tua Presença

A Presença de Deus é algo tão extraordinário, tão grandioso que palavras faltam para expressar!

Essa Presença é tão real, tão perceptível, é a voz que nos acalma, que nos indica o caminho, que nos exorta e nos adverte do perigo.
A Tua Presença fez com que eu nunca mais me sentisse sozinha, desamparada ou desprotegida, pelo contrário, Tua Presença me fez intocável! Tua Presença é uma fonte inesgotável de força, poder, certeza, alegria plena, satisfação...

Quando busco Sua Presença me alimento do sobrenatural, sinto uma força que não é minha, que não vem do meu braço ou da minha capacidade, é uma força que vem do Alto. Força que me anima força que me faz ir além, força que me faz vencer cada situação! É só pensar em Ti que já encontro alívio, é só lembrar de Tuas Palavras que a força volta ao meu ser, é só dobrar meus joelhos e desabafar e me levanto pra vencer com dignidade!

Quando algo bom me acontece, quando encontro pessoas que exalam Teu perfume sei que foi o Senhor que promoveu isso em minha vida, sei que foi a Tua Presença que agiu a meu favor. E quando enfrento os desertos e os momentos são difíceis, quando a dor invade meu ser, me lembro daqueles momentos que passei a sós com o Senhor e a Tua Presença me fortalece mais uma vez!

Tua Presença me eleva a um nível além daqui, além da dificuldade, do problema, da decepção! Tua Presença é o maior dos privilégios que o ser humano pode receber e antecede o que viveremos no céu, Tua Presença é o que me dá direção na vida, é a voz que me guia e me diz pra não ter medo, é o que me dá sentido, que me anima, alegra, incentiva e enriquece a alma!

19 outubro 2014

Fugindo do Deserto...


Fugindo do Deserto

Deserto... quem está imune! Ele faz parte do amadurecimento, do crescimento espiritual, ele nos dá condições para ajudar outras pessoas.
Mas, ao se ver neste lugar árido e difícil, muitas pessoas buscam uma maneira de “cortar caminho” e fugir do deserto. Muitos dizem: Ah! Eu não tenho que passar por isso. Eu não vou ficar aqui e ser envergonhado. O que vão falar de mim!
Com o pensamento de sempre ser bem visto, muitos usam estratégias humanas, criam situações e dão um jeitinho para sair do deserto. Muito bem! Saíram do deserto... Mas, sem o aprendizado, sem o amadurecimento, sem a preparação para as coisas que virão, assim não poderão ser usados para o que Deus tinha em mente!

Nossa fé, nossa garra e nossa força, dificilmente serão vistos nos momentos bons, mas, no deserto a fé , a garra e a força se  evidenciam, motivam e fortalecem outras pessoas. Fugir é para os fracos os fortes ficam, vencem e honram o seu Deus!

18 agosto 2014

A origem da inveja de Saul...

A origem da inveja de Saul...

Saul deixou de “ser” para Deus e por isso ainda que tivesse posição de rei, no seu interior já não chamava a atenção de Deus, o que ele fazia tornou-se mecânico,  o que ele fazia não era mais acompanhado de espírito, eram atitudes vazias, costumeiras, religiosas...
Ele perdeu o discernimento, já não sabia o que fazer para agradar a Deus, perdeu a intimidade com Ele, e por isso suas atitudes iam de mal à pior!
Foi nutrindo dentro de si inveja, não oferecia seu melhor a Deus e tinha raiva de quem oferecia, foi ofuscado pelo seu interior sujo, mas achava que estava sendo prejudicado pelo brilho do outro!
A história se repete com cada um que tira os olhos do Seu Senhor, com cada um que deixa de oferecer o seu melhor  para Deus, com cada um que não vigia a sua condição espiritual... A pessoa vai deixando os preceitos de Deus, o temor a Deus, a vida com Deus, mas continua usando o Nome de Deus e no final acumula dentro de si coisas que O desagradam!
Quem é de Deus e tem intimidade com Ele tem a visão do Reino e se alegra com o aparecimento dos Davi’s, pois sabe que o Reino de Deus está ganhando, está se multiplicando, quem, porém tem um Saul dentro de si se me vê ameaçado e não sabe que a maior ameaça ele já carrega dentro!